Scroll to top

Lesões no ombro


Sidney Neto - Março 5, 2019 - 0 comments

A articulação do complexo do ombro é uma articulação que pode sofrer muitas lesões pelo seu mau uso ou indisponibilidade da força muscular e mobilidade insuficiente ou excessiva; pelo que sendo esta a de maior disponibilidade de movimento no corpo humano é importante o controlo da mesma.

Esta articulação é formada por várias outras articulações como a esterno-clavicular, acrómio-clavicular, gleno-umeral, escápula-torácica tornando imprescindível a sinergia entre os ligamentos e músculos à sua volta.

A falta ou a ineficácia desta sinergia predispõe o complexo do ombro a risco de várias lesões, tais como:

  • Conflito sub-acromial;
  • Artrite;
  • Bursite;
  • Luxação;
  • Rutura nos rotadores da coifa.

Causas

A falta ou má interação deste complexo de articulação pode ser consequência do seu uso incorreto, sobrecarga, má mobilidade da coluna torácica ou traumas acidentais, falta de mobilidade ideal-individual, pouco controlo motor da mobilidade ou excesso de mobilidade, instabilidade articular, fraqueza dos músculos da coifa dos rotadores, ritmo escapulo-umeral ideal-individual e fatores estruturais.

No entanto, os casos de lesões que ocorrem na prática de exercício físico, devem-se a sobrecarga, má preparação da articulação para o esforço, falta de repouso adequado da articulação, mau controlo neuromuscular do movimento a executar, falta de mobilidade do complexo em si e da coluna torácica ou de fortalecimento dos músculos da coifa dos rotadores, o equilíbrio nas rotações externa e internas do ombro e o desrespeito do movimento na linha da força da carga, por ser mais segura, dentro do ritmo escapulo-umeral ideal-individual.

Tratamentos

  • Se a lesão for simples, como um pequeno trauma, poderá resolver-se com gelo e algumas pomadas ou spray anti-inflamatórios
  • Se lesão perdurar convém consultar um profissional do exercício físico com o conhecimento na matéria ou um fisioterapeuta para a realização de uma avaliação neuro-músculo-articular para a identificar da disponibilidade do complexo do ombro, quer da mobilidade articular, estímulo neural-força muscular e estabilidade ligamentar.
  • A avaliação neuro-músculo-articular é imprescindível na tomada da decisão de como atuar com os exercícios específicos para a rápida recuperação do individuo.
  • Em último caso, o procedimento cirúrgico é necessário.

As lesões do complexo do ombro são muito incómodas, pois limitam a realização da maioria dos movimentos dos membros superiores. Por isto convém ter o maior cuidado nos exercícios que envolvem este complexo. Caso não saiba como o fazer, deverá consultar um fisioterapeuta e, em conjunto com o profissional de exercício físico, obter a adequada orientação na preparação da articulação e realização de exercício físico em segurança.

Sidney Neto – Personal Trainer
www.sidneyneto.pt

Related posts

Post a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *